Como fazer corretamente um Estudo de Viabilidade?

Publicado em

O Estudo de Viabilidade é uma balanço que proporciona ao empresário ou administrador ter uma visão geral sobre o real potencial de retorno sobre determinado investimento financeiro.

Durante esta análise é realizado um relatório baseado em número e projeções que determinam os principais indicadores da análise de investimento. Estes indicadores são Payback, Taxa Interna de Retorno (TIR) e Valor Presente Líquido (VPL). 



Definições importantes

Payback: Tempo de retorno desde o investimento até ao momento em que todos os rendimentos acumulados tornam-se em valores iguais aos do investimento inicial. 

VPL: O valor Presente Líquido determina se um investimento é viável ou não, dentro de todo o horizonte temporal do investimento. Este é um indicador que verifica os fluxos de caixa esperados. 

TMA: A Taxa Mínima de Atratividade aprovisiona o valor mínimo que a empresa necessita de ganhar em determinado investimento, ponderando o valor investido no tempo e os riscos do mercado (de acordo com a área de negócio).

TIR: A Taxa Interna de Retorno determina a rentabilidade de um projeto. Para um determinado projeto ser reconhecido como viável, a TIR deve apresentar um valor maior ou igual à TMA, ou seja, se isso acontecer significa que o retorno é maior ou igual ao mínimo investido. 

 

Quando fazer o Estudo de Viabilidade?

Um Estudo de Viabilidade deve ser sempre feito quando houver um projeto em fase de avaliação. Pode ser levado como uma estratégia da empresa com o objetivo de expansão, um investimento numa outra área de negócio, abertura de uma outra empresa, entre outras. Os Estudos de Viabilidade são fundamentais para que haja um planejamento empresarial sólido. 

Sempre que é realizado um destes estudos, a empresa consegue diminuir o risco de perda de investimento. Recorrer a um Estudo de Viabilidade ajuda a reduzir a probabilidade de um projeto não dar o retorno esperado, assim não serão investidos tempo e dinheiro em projetos não viáveis. 

 

3 Etapas de um estudo de Viabilidade

  • Análise de Mercado

É fundamental conhecer o mercado onde atua e saber como funciona o produto e/ou serviço em determinado negócio, uma vez que pode influenciar a previsão de receita de  todo o projeto.

Uma análise de Mercado bem realizada, permite que conheça melhor os clientes, o grau de aceitação por parte dos mesmos, a situação económica pelo qual são influenciados, etc.

Essa análise pode ser realizada a partir de relatórios do setor de atividade, comparativo de dados com projetos semelhantes, dados da região que o negócio atua e pesquisas de mercado. 


  • Projetar receitas, despesas, custos e investimentos

Após realizada a análise de mercado, é necessário planear as receitas que serão esperadas nos períodos que se seguem. Geralmente, são realizadas projeções para 2, 5 ou 10 anos após o início do projeto. É essencial que os dados inseridos nesta etapa sejam o mais realista possível e de acordo com o mercado a ser explorado.

As despesas e os custos são indispensáveis em qualquer negócio, daí ser fundamental analisá-los. Todas as receitas, despesas e custos devem ser mensurados e planeados para que não aconteçam inconvenientes. 

Ao longo do desenvolvimento das projeções, devem ser demonstrados vários cenários, pessimista, otimista e neutro. Apenas desta forma, será possível comparar e designar o que se aproxima mais da realidade.


  • Análise dos indicadores

É muito importante analisar vários indicadores, nomeadamente de desempenho financeiro e económico. Alguns desses indicadores, mencionados no início (Payback, TIR, VPL, TMA) e outros. Para analisar os indicadores é importante ter em conta onde o projeto se insere. 

A partir dos indicadores analisados é possível determinar se o projeto é viável ou, pelo contrário, é inviável. 

 

Na Napconta realizamos Estudos de Viabilidade, analisamos os demais indicadores e consideramos se o seu projeto se encontra viável e de acordo com o retorno que espera num determinado tempo. 



Tags: ,


Quem leu este artigo também leu

3 Passos para Calcular o IRS

Saber Mais
A importância de fazer estudos económicos de viabilidade

estudos económicos de viabilidade
Saber Mais
Consultoria Fiscal, o que podemos fazer por si?

Consultoria Fiscal, o que podemos fazer por si?
Saber Mais